"E a semente do evangelho caiu em terras férteis..."

Os primeiros moradores de Goianésia foram atraídos pelo solo fértil, abundancia e águas e uma linda paisagem, que a partir da década de 40 começou a consolidar sua história.
Dentre este povo valente e desbravador, existiam homens e mulheres de fé, que acreditavam que acima de suas forças, havia a graça divina que abençoavam seus trabalho e colheitas, especialmente de café.
As famílias evangélicas reuniam nas casas uns dos outros e demostravam gratidão a Deus através de cultos de adoração e exaltação ao seu Nome. O evangelho era pregado e almas rendiam aos pés do Senhor Jesus Cristo.
No dia 25 de agosto de 1951, em um salão na Rua 20 esquina com a Rua 31, no centro, era inaugurada a Igreja Assembleia de Deus em Goianésia, sob o pastoreio de Geraldo Gomes e sua esposa Maria Odília.
A palavra de Deus diz: Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará sem dúvidas com alegria, trazendo consigo seus molhos.
A promessa de Deus se cumpre, crianças, adolescentes, jovens e adultos se convertem ao evangelho, crendo que somente o Senhor Jesus é redentor e Salvador de suas vidas.
Em razão do crescimento da Igreja, no dia 14 de dezembro de 1958, na Avenida Brasil, 313, sob o pastoreio de Geraldo Gomes e Maria Odília, era inaugurado o Templo da Igreja Assembleia de Deus. Na corneta instalada no alto da Igreja, ouvia belos hinos de louvor a Deus e a pregação do evangelho.
Nos anos seguintes os pastores Antônio José Monteiro (10/04/1960 à 04/01/1961), Antônio Inácio de Freitas, Geraldo Sebastião Coelho (04/01/1961 à 16/08/1965), Geraldo Gomes (16/08/1965 à 12/01/1971), Getúlio Ferrão da Silva (12/01/1971 à 04/08/1971), Divino Gonçalves dos Santos, Antônio Domingos Batista (04/08/1971 à 16/12/1973), estiveram a frente do rebanho. A palavra de Deus era pregada. Cada dia o Senhor acrescentava o seu povo.
No dia primeiro de setembro de 1974, sob o pastoreio do saudoso pastor José Brandão Porto (presidente entre 16/12/1973 à 21/11/1978), era inaugurado o Templo Matriz das Assembleias de Deus na Avenida Brasil, 309. Com seu relógio no alto da torre, despertavam os trabalhadores que ainda muito cedo, antes mesmo do sol nascer, já tinham que ir para o trabalho. O seu alto falante também era utilizado para evangelização.
E a igreja continuava a crescer, sob a gestão do pastor João Afonso da Silva (21/11/1978 à 22/10/1980), que por sua vez foi sucedido pelo pastor Antônio Domingos Batista (22/10/1980 à 27/06/1985) que voltava a ser pastor do Campo de Goianésia pela segunda vez.
Logo após o pastor Eduardo Sampaio de Oliveira (27/06/1985 à 20/08/1993) é empossado como pastor presidente do Campo de Goianésia e no mês de setembro do ano de 1988 era inaugurado o Edifício Monte Moriá, que permitiu através de um espaço adequado fomentar o ensino da Palavra de Deus, bem como o ensino secular através da Escolar Municipal Evangélica Monte Moriá.
A multidão dos fiéis crescia!
Os anos se passaram e em 20 de agosto de 1993, assumia o pastor Moisés Martins da Rocha. Ele conduzia um povo vitorioso, forte, guerreiro, semeadores da paz e do amor, que tinham um sonho: construir uma grande catedral, onde todos juntos pudessem em uma só voz, entoar hinos de louvor e adoração ao Grande Deus. Todos nós num só propósito orávamos a Deus pedindo esta tão sonhada vitória.
No dia 11 de outubro de 1996, tomava posse nesta Igreja o casal pastor José da Silva Oliveira e Missionária Ivanides Rodrigues Oliveira, que após pastorear a Igreja de Niquelândia por 19 ano
s, assumiam os destinos do rebanho em Goianésia. A igreja contava com 6 congregações dentro da cidade e esse número saltou para 15 até o ano de 2006. Foi construído o Edifício Geraldo Gomes.
No dia primeiro de outubro de 2001, num situado na Rua 20 esquina com a Rua 35, doado pelo moço jovem Lucimar Cristóvão André, foi lançada a "pedra fundamental" da Catedral das Assembleias de Deus do Campo de Goianésia.

No dia 16 de julho de 2006, a nossa Catedral foi inaugurada, um grande templo com capacidade para 4.000 pessoas.
O pastor Wanderley Gonçalves do Carmo juntamente com sua esposa, pastora Elizama Ramos do Carmo assumiram o Campo de Goianésia no dia 18 de abril de 2016 e são os atuais presidentes.
Hoje a Assembleia de Deus Goianésia conta com 19 congregações dentro da cidade de Goianésia e mais 12 congregações em outras localidades e cidades vizinhas que compõe o campo de trabalho, além de sub-congregações e pontos de pregação do evangelho.

"Passamos pelo fogo e pela água, mais trouxeste-nos a um lugar de abundância."










Atual templo Matriz das Assembleias de Deus Ministério Goianésia



* Texto adaptado do documentário de inauguração da Catedral das Assembleias de Deus de Goianésia